Planejando seu curso online: O que é uma persona?

O que é uma persona

As personas do comprador estão situadas no centro de qualquer estratégia de marketing para vender cursos online. Mas, o que é uma persona? Se você está iniciando um negócio online deve se familiarizar com esse termo, já que precisa aumentar seu público para gerar mais vendas.

Se você não conseguir se envolver com seus clientes em potencial de maneira relevante, perderá a confiança e o interesse deles. E isso é difícil recuperar depois. Afinal, você não pode causar uma segunda primeira impressão!

Definir uma persona, também chamada de persona do comprador, ajuda a criar conteúdo para direcionar melhor seus esforços em direção ao perfil de cliente ideal. Neste artigo, você vai entender por que criar persona é fundamental para vender seus cursos online.

O que é uma persona?

Uma persona é uma representação semi-ficcional de seu cliente ideal. É baseada em pesquisas de mercado, dados reais sobre seus clientes existentes e algumas suposições (bem fundamentadas). Criar persona ajuda você a entender e se relacionar com o público para o qual deseja comercializar seus produtos digitais (vídeo aulas, e-book, curso online).

As personas do comprador são uma das partes mais importantes de qualquer estratégia de marketing. Ao analisar tendências, comportamentos, semelhanças e padrões entre seu público alvo, você pode criar uma estratégia de marketing e vendas construídas em torno de seus objetivos.

Ao desenvolver conteúdo voltado para o seu cliente potencial, você mostra a eles que entende seus problemas e está disposto a ajudá-los. Assim, os incentiva a se envolver ainda mais com o seu negócio. Portanto, a persona do comprador é uma descrição detalhada de alguém que representa seu público alvo.

Este não é um cliente real, mas uma pessoa fictícia que incorpora as características de seus melhores clientes potenciais. Você dará a esse cliente um nome, detalhes demográficos, interesses e características comportamentais.

Além disso, entenderá seus objetivos, pontos fracos e padrões de compra. Você pode dar a eles um rosto usando fotografia de arquivo. A ideia é pensar e falar com este cliente modelo como se fosse uma pessoa real. Isso permite que você crie mensagens de marketing direcionadas especificamente para eles.

Como diferentes grupos de pessoas podem comprar seus produtos por diferentes motivos, pode ser necessário criar mais de uma persona. De fato, não há como conhecer cada cliente potencial individualmente. Mas você pode criar uma persona do cliente para representar cada segmento de sua base de clientes.

Por que criar persona é importante?

Agora que você já sabe o que é uma persona, vamos explicar por que são tão importantes. Primeiramente, as personas do comprador permitem que você se concentre nos desafios e pontos fracos de seus clientes em potencial. Alem disso, fornece um fluxo perfeito para atingir as pessoas certas na hora certa, com o conteúdo certo.

Mas, mais do que qualquer outra coisa, as personas informam você sobre o que seu negócio deve fazer para ajudar clientes em potencial.  Sem as personas você não saberia que conteúdo criar, que material compartilhar, como direcionar seus esforços de marketing ou em que canais melhorar sua presença.

Portanto, a persona do comprador é a bússola que determina a direção para suas estratégias de marketing. Além disso, ter personas bem definidas ajuda a segmentar seu público alvo e contatos, permitindo que você entregue mensagens direcionadas.

Então, quanto mais personalizado e preciso for seu marketing e conteúdo, mais fácil será interagir com seu público alvo. Mas, não basta saber o que é uma persona, você também precisa saber criar persona.

Então, como criar persona?

Antes de mais nada, você precisa saber que as personas do comprador requerem tempo, paciência, estratégia e uma mente curiosa. Para construir a estrutura de sua persona ideal, você precisa definir quem estaria interessado em seu curso online. Você precisa ser metódico e completo com seu questionamento e análise, pois quanto maior o nível de detalhe, mais fácil será formular soluções.

Você provavelmente está se perguntando que tipo de perguntas e análises preciso fazer, certo? Geralmente, as perguntas que você precisa fazer inicialmente são aquelas que o ajudará a estabelecer uma estrutura de quem são seus compradores, perguntas como:

– Qual sua faixa etária?

– Sua profissão, são estudantes, donas de casa, etc?

– Onde eles residem (sul, sudeste, nordeste…)

– Seu principal problema

– O que os leva a procurar uma solução

– Quais publicações leem

– Suas aspirações e motivações

Mas é sempre importante ir além do contexto de questionamento regular para que você possa decifrar todas as suas personas. Você precisa ser capaz de entendê-las como pessoas para verificar suas necessidades e desejos.

Você deve ter um posicionamento de vendas exclusivo por persona, que enfoque por que essa persona se beneficiaria com seu produto. E, se você tiver um grande banco de dados de contatos, as informações coletadas durante certo período de tempo o ajudarão a validar os elementos das personas do comprador que você está criando.

Tenha em mente sua persona

Pense em suas personas sempre que tomar uma decisão sobre sua estratégia de marketing digital. Construa sua estratégia com base em ajudar suas personas a atingir seus objetivos, assim você construirá um vínculo com os clientes reais que eles representam.

É tudo uma questão de aumentar as vendas enquanto cria fidelidade e confiança. A seguir, mais algumas dicas para reunir as informações necessárias sobre a persona do comprador.

1 – Faça uma pesquisa completa de público

Suas personas precisam ser baseadas em dados do mundo real. Então, considere detalhes como: localização, sexo, poder de compra, faixa etária, interesses e desafios. Busque essas informações em redes sociais, principalmente no Facebook.

Você precisa alcançar seus clientes usando os canais certos. Comece aprendendo onde eles passam mais tempo. Além disso, procure em seu banco de dados de clientes e consulte também o Google Analytics.

2 – Identifique os objetivos do cliente

Este é o outro lado dos pontos de dor. Os pontos fracos são problemas que seus clientes em potencial estão tentando resolver. Metas ou aspirações são coisas positivas que desejam alcançar. Que problemas ou aborrecimentos seus clientes em potencial estão tentando resolver?

O que os impede de ter sucesso? Que barreiras eles enfrentam para alcançar seus objetivos? Esses objetivos podem ser pessoais ou profissionais, dependendo do tipo de infoproduto que você vende. Essas metas podem estar diretamente relacionadas às soluções que você pode fornecer.

Trata-se mais de conhecer seus clientes do que de tentar associá-los exatamente aos recursos ou benefícios do seu infoproduto. Os objetivos de suas personas são importantes, mesmo que não se relacionem especificamente com os recursos do seu curso online.

Sem dúvida, eles podem formar a base de uma campanha ou simplesmente informar o tom ou a abordagem que você adota em seu marketing.

3 – Entenda como você pode ajudar

Agora que você entende os objetivos de seus clientes, é hora de criar uma imagem realmente clara de como seus infoprodutos podem ajudar. Como parte dessa etapa, você deve se aprofundar para analisar os benefícios que você oferece aos clientes. Lembrando que é preciso considerar seus infoprodutos do ponto de vista do comprador.

Faça a si mesmo três perguntas-chave para cada um dos pontos problemáticos e metas que você coletou:

Como posso ajudar? Transmita essa ideia em uma frase clara e adicione-a ao seu modelo de persona.

Quais são as principais barreiras de compra do seu público? Como você pode ajudar a superá-las?

Onde estão seus potenciais clientes na jornada de compra? Eles ainda estão pesquisando ou estão prontos para comprar?

Exemplo de persona do comprador

Agora, reúna todas as suas pesquisas e comece a buscar características comuns. Ao agrupar essas características, você terá a base de suas personas.

Digamos que você esteja vendendo um curso online de inglês, e identificou um grupo de clientes principais com o seguinte perfil: jovens estudantes na faixa etária dos 21 aos 29 anos de idade, que vivem em grandes cidades e gostam de aprender novos idiomas.

Muitos desejam viajar para os Estados Unidos, por isso precisam aprender a falar inglês. Já outros pretendem colocar mais um idioma no currículo para conseguir uma melhor colocação no mercado de trabalho.

Ótimo, agora é hora de pegar essas características e transformá-las em uma persona com a qual você possa se comunicar.

Por exemplo, seu grupo de jovens estudantes pode ser representado pela pessoa que você chama de “Tio Sam”. De acordo com sua pesquisa, você dará a Tio Sam características representativas que o tornarão uma pessoa real, por exemplo:

– Ele ou ela tem 25 anos de idade

– Não tem filhos

– Mora na capital de São Paulo

– Faz faculdade à noite e durante o dia faz estágio em uma empresa de tecnologia

– Vive com os pais ou mora sozinho

– Gosta de viajar e conhecer novas culturas

– Possui carro

E assim por diante….

Claro, nem todas as pessoas neste grupo de clientes correspondem exatamente às características de sua persona. À medida que você desenvolve suas personas de comprador, certifique-se de descrever quem cada persona é agora e quem eles desejam ser. Isso permite que você comece a pensar sobre como seu infoproduto pode ajudá-los a chegar onde querem.

O que você pode fazer com suas personas de comprador?

Se os aspectos de suas personas estão alinhados com seus clientes reais, isso é um sinal de que está no caminho certo. Portanto, reúna o máximo de informações possível de seus contatos existentes para desenvolver suas personas.

No momento que você tiver as informações necessárias, pode formar uma estrutura textual ou visual (o que o ajudar a digerir as informações facilmente). Isso permitirá ver exatamente onde estão os pontos fracos do seu cliente ideal e como você pode fornecer soluções para os seus problemas.

O que você pode fazer com suas personas de comprador recém-criadas é começar a desenvolver conteúdo para se relacionar diretamente com essas personas e seus pontos fracos. Se você tiver feito pesquisas detalhadas o suficiente, terá uma abundância de informações que poderá usar para informar seus esforços futuros.

Qual a diferença entre persona e público alvo?

Um público alvo é um grupo específico de consumidores ao qual um produto se destina. Por outro lado, a persona é uma representação semificcional de seu cliente ideal. Isso soa muito semelhante, não é? Mas, não se deixe enganar: “público alvo” e “persona” não são a mesma coisa.

As diferenças podem ser sutis, mas entender o que é uma persona e o que significa público alvo é o primeiro passo para identificar seu cliente ideal. Dessa forma poderá adaptar sua mensagem para se comunicar melhor com ele fechando vendas de alto valor para o seu negócio. A seguir, vamos comparar e diferenciar cada um.

Persona ou publico alvo?

Então, focar em persona ou público alvo? Na verdade, você precisa entender que um público alvo descreve determinado segmento de clientes dentro do seu mercado.  Assim, tende a se concentrar em informações demográficas e psicográficas, incluindo geografia, sexo, idade, estado civil e outras informações sobre o estilo de vida do consumidor.

Em outras palavras, um público alvo delineia as atitudes e comportamentos de um grupo específico de pessoas em relação às decisões de compra. Por outro lado, as personas do comprador servem como um subconjunto. Mesmo que as personas do comprador também incluam as mesmas informações de perfil do público-alvo, tendem a aprofundar mais suas características, destacando seus objetivos e motivações.

As personas do comprador são perfis baseados em pesquisas que representam seu público alvo e podem ajudá-lo a adaptar aspectos-chave de suas vendas e oferecer suporte para o seu sucesso. Portanto, conhecer os tipos de pessoas que tem interesse em seu infoproduto é fundamental para atrair e reter clientes.

E agora?

Agora que você já sabe o que é uma persona, mãos à obra! Você pesquisou, planejou e desenvolveu seu curso online. Portanto, é hora de vendê-lo em uma plataforma EAD confiável para que seu público-alvo tenha acesso. A dica é usar a plataforma EAD Genius, com clube de assinatura, que disponibiliza a venda de cursos online integrada com Pagar.me, PagSeguro e Hotmart.

Por fim, tenha em mente as nossas dicas para desenvolver conteúdo personalizado e começar a gerar leads de alta qualidade. Assim poderá vender facilmente seu curso online.

 

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Faça parte da Lista Vip

Receba conteúdo exclusivo

Veja mais

®2020 Genius EAD | Todos os direitos reservados​