Como definir um tema para seu infoproduto

Definindo um Infoproduto

Se você chegou até aqui é porque provavelmente tem em mente a ideia de criar um infoproduto para vender na Internet. Parabéns, você já deu o primeiro passo! Tomar essa decisão pode ter sido complicado, mas não será a única. A partir daí você deve agir para ver a sua ideia se concretizar.

O segundo passo é escolher o tema que será discutido em seu infoproduto. Para isso, é preciso definir um nicho de mercado. Essa escolha é um dos fatores-chave para o sucesso ou fracasso de um produto digital, além de ser estratégica para o desenvolvimento de todo o seu plano de ação.

Escolher um tema está diretamente ligado a escolha do nicho de mercado, ou seja, trata-se de definir o perfil do cliente que você deseja atender. Certamente, a sua ideia é gerar renda vendendo infoprodutos, portanto, escolha um tema visando à rentabilidade do seu negócio. Em outras palavras, um tema com potencial de gerar bons lucros!

O que é um infoproduto?

Antes de mais nada, o conceito de infoproduto deve ser especificado. Estamos falando de algo desenvolvido para fornecer informações a pessoas interessadas em resolver um problema específico, de modo que ajude a atingir determinado objetivo ou satisfaça alguma necessidade de conhecimento.

Os infoprodutos hoje são muito populares na Internet, provavelmente você já os viu e até os consumiu. Eles podem vir na forma de e-books, audiolivros, cursos online, entre outros.

É uma forma muito atrativa tanto para quem pretende obter a informação como também para os seus criadores, uma vez que não existe limite de compradores para um produto digital. A grande vantagem é que ele tem o potencial de fornecer uma renda passiva por um longo tempo.

O que é um nicho de mercado?

O nicho de mercado é um segmento com particularidades próprias, composto de um público com perfil e interesses semelhantes. Se você analisar alguns produtos digitais que estão no mercado perceberá que são direcionados a públicos específicos.

Por exemplo, um curso online com o tema: “Os melhores treinamentos físicos para iniciantes”, pode ter o objetivo de atingir homens e mulheres entre 21 e 29 anos de idade, estudantes universitários com alto poder aquisitivo.

Esse público provavelmente está interessando em dicas de exercícios, alimentação saudável e outros conteúdos relacionados ao universo fitness. E o mais importante, tem condições de pagar um valor mais elevado por um infoproduto que aborde esse assunto.

Já um curso online sobre dicas maquiagem deve ser de maior interesse de mulheres de uma faixa etária mais ampla, que gostam de se maquiar. Por exemplo: o tema: “Conheça os truques de maquiagem dos maquiadores profissionais”, certamente será atrativo para mulheres que buscam aperfeiçoar sua própria maquiagem ou profissionais do ramo que pretendem se qualificar mais para oferecer melhores serviços de maquiagem. Nesse caso, oferecer um certificado ao final do curso é um grande atrativo.

Um nicho também visa explorar novos mercados buscando atender demandas que ainda não têm tanta atenção ou concorrentes fortes no mercado.

Os nichos de mercado possuem diversas características que permitem distingui-los e classificá-los, por exemplo:

– Uma parte bem definida de um segmento de mercado.

– É um pequeno grupo de pessoas, organizações ou empresas.

– Suas necessidades particulares são semelhantes, pelo menos em alguns aspectos.

– Eles têm capacidade econômica para pagar e, assim, satisfazer suas necessidades.

– No momento, existem poucos ou nenhum infoproduto atendendo adequadamente a essa necessidade.

– O tamanho do nicho de mercado é suficiente para gerar um volume atraente de vendas e lucros.

Qual tema você deve escolher para o seu infoproduto?

Desenvolver um produto digital sobre um assunto de que você goste é certamente mais agradável. No entanto, se o seu objetivo é começar a ganhar dinheiro online, concentre-se em encontrar um tema que abranja um nicho lucrativo e, ao mesmo tempo, tenha relação com suas habilidades.

Para começar, faça uma lista dos assuntos com os quais você tem mais afinidade, mesmo que não sejam seus favoritos, mas que você considere que é possível desenvolver um bom material. Pense nas principais palavras-chave que caracterizam esses nichos pretendidos. Palavras-chave são termos usados em motores de busca da Internet, como o Google, para encontrar certas informações.

Por exemplo: quando alguém está procurando por dietas, provavelmente digitará “dieta” no Google e ele retornará com vários resultados. Essa é uma pesquisa genérica. Porém, se a pessoa já sabe o tipo de informação sobre dietas que está procurando, fará uma busca mais específica, como: “Dieta para emagrecer rápido”.

Por outro lado, talvez a intenção do usuário seja ganhar peso, por isso de procurar por uma “dieta altamente calórica”. Como você viu, o tema dieta é abrangente, assim como outros que você pode estar interessado em explorar.

Portanto, a partir dos resultados coletados no Google sobre os temas listados, você saberá a quantidade de pessoas interessadas nesses assuntos. Como resultado, se certificará de que é um tema rentável se for do interesse de milhares ou de milhões de pessoas.

Ferramentas de pesquisa de palavras-chave

Agora, com os possíveis temas em mãos, inicie uma busca nas ferramentas digitais de palavras-chave para saber qual é a demanda dos assuntos selecionados. Plataformas como o Keywordtool.io e o SEMrush apresentam a quantidade de pesquisas mensais locais e globais por palavras-chave.

Verifique na ferramenta qual é o nível de busca do tema na Internet: há demanda suficiente? Com que frequência essas palavras-chave são pesquisadas?

Verifique também se existem infoprodutos sendo vendidos nos sites que aparecem nos motores de busca quando essas palavras-chave são pesquisadas e, se existirem, analise a sua concorrência.

Cruzando os dados de demanda e conhecendo seus concorrentes, você poderá analisar a viabilidade de cada uma de suas opções, sendo que o ideal é escolher um nicho com alta demanda e pouca concorrência.

Compreenda as tendências

Sempre haverá pessoas em busca de diferentes assuntos, por exemplo: hábitos mais saudáveis, como ganhar dinheiro na internet, soluções para melhorar o relacionamento amoroso, e assim por diante. Frequentemente surgem tendências que são mais exploradas pelos empreendedores digitais.

Aliás, os temas que estão em alta no momento também se encaixam nas tendências. Se a sua ideia inclui um desses assuntos citados, já está no meio do caminho porque são temas comprovadamente rentáveis. No entanto, como essas são tendências, você precisará refinar ainda mais sua ideia.

Tendências sempre têm grande demanda, mas também bastante oferta. Portanto, o ideal é encontrar algo mais específico e escolher um nicho com maior demanda e menor oferta. Para isso existem ferramentas que podem ajudar você nesse trabalho.

Um exemplo é  Ubersuggest, no qual você digita um termo genérico e logo surgem sugestões de palavras-chave específicas e de subnível relacionadas a esse termo, baseadas em pesquisas reais.

O próprio Google pode ajudá-lo nesse trabalho. Quando você faz uma pesquisa, a ferramenta preenche automaticamente sua frase com os termos mais pesquisados, e essas sugestões podem lhe dar boas ideias de nicho.

Para tomar a melhor decisão sobre as sugestões, recomendamos o  Google Trends. Com essa ferramenta é possível fazer uma comparação entre palavras-chave, pois exibe a melhor opção em um gráfico.

Atualmente, os cursos online que mais vendem na internet são, respectivamente:

1º Negócio e carreira

2ª Saúde e esportes

3ª Educação

4º Relacionamento

5º Desenvolvimento pessoal

Avalie o potencial do nicho de mercado escolhido

Pesquise, analise e escolha pelo menos três temas de nichos de mercado lucrativos. A seguir, vamos listar algumas perguntas para cada um dos nichos escolhidos. A dica é não tentar fazer suposições. Tenha em mente que os dados que você coletar devem estar apoiados em análises profundas.

1 – Os membros desse nicho têm um desejo real ou necessidade de comprar um infoproduto com esse tema? Existe realmente uma necessidade ou você terá que investir para criá-la?

2 – Até que ponto esse nicho é mal atendido por outros infoprodutos?

3 – Quais são os produtos digitais mais populares sobre o tema pretendido?

4 – Qual é o tamanho desse mercado? A quantidade de pessoas é suficiente para gerar um grande volume de vendas e potenciais lucros para o seu negócio?

5 – Qual é o nível de risco ou volatilidade que este mercado apresenta?

6 – Qual é o poder de compra que os membros desse nicho de mercado têm?

7 – Quais são os hábitos e costumes dos membros desse mercado, seus valores, suas preferências, sua cultura e religião? Todos esses dados são valiosos.

Você precisa mapear profundamente seu nicho e entender como é o comportamento do seu cliente ideal. Essa busca afetará seu produto, suas ações de marketing e todo o universo do seu negócio.

Você vai se sentir confortável trabalhando com esse tema?

Este é um ponto bastante individual, mas também tem relevância e impacto no sucesso do seu negócio e na sua satisfação pessoal. Nada melhor do que se dedicar a algo que gostamos. Isso tem a ver com as pessoas do nicho que você pretende se relacionar e com os infoprodutos que vai oferecer.

É importante também analisar se você pode competir no segmento escolhido. Qual é o diferencial competitivo que seu produto digital pode apresentar para se destacar de outros existentes? Não desanime com as ofertas do mercado. Se o nicho escolhido tem seus ‘best sellers’, não é motivo para se sentir desmotivado.

Veja isso como uma oportunidade (se há altas taxas de vendas é porque há muita demanda). Mas para conquistar o seu espaço é fundamental ter um diferencial estratégico, caso contrário é preciso retomar as buscas. Esse trabalho é meticuloso, exige muita pesquisa, visão analítica e dedicação.

Cursos online são os mais vendidos

A criação de um infoproduto passa por vários processos e muitos deles são escolhas. Como já citamos, você deve selecionar o tema que vai ser tratado de acordo com um nicho de mercado específico. Em seguida, criar o conteúdo. O formato de divulgação também é um fator importante e, por fim, selecionar a plataforma EAD (Ensino a Distância) na qual o material será comercializado.

Atualmente, o formato de infoproduto mais popular é o curso online, sendo o mais vendido na Internet. Isso porque os treinamentos realizados através da Internet se tornaram essenciais para qualquer tipo de negócio. Cada vez mais as pessoas estão buscando conhecimento sem sair de casa.

O benefício de ter aulas no conforto do próprio lar é um atrativo incontestável. Além disso, é possível fazer uma grande economia, já que não será preciso gastar dinheiro com transporte, alimentação e material impresso que os cursos presenciais exigem.

Não há dúvidas de que criar e vender cursos online é um negócio lucrativo. De acordo com pesquisas, a maioria dos criadores de cursos online ganha em média R$ 20 mil reais mensais nesse mercado. De fato, as pessoas têm investido boas quantias em dinheiro em cursos no formato EAD. Definitivamente, esse é o melhor momento para lançar um infoproduto no formato de curso online.

Escolha a plataforma EAD para armazenar seu infoproduto

Neste artigo mostramos como você pode definir um tema para seu infoproduto e o melhor formato para distribuí-lo, ou seja, criar um curso online. Agora, mais um passo importante é escolher a plataforma EAD para hospedar seu curso.

Todo o conteúdo que você criar sobre o tema escolhido deve ser disponibilizado ao publico em um sistema de gestão de aprendizagem. Dessa forma, facilita o acesso de todos os interessados na sua proposta.

Certamente você já se deparou com cursos online bem-sucedidos que geraram alta rentabilidade. Por outro lado, também viu alguns cursos fracassarem. Mas, por que isso acontece? Saiba que um dos fatores decisivos para o sucesso ou fracasso de um infoproduto é a plataforma EAD. Portanto, não erre na escolha!

A plataforma EAD Genius é comprovadamente eficiente e confiável para o armazenamento e venda de um infoproduto. O sistema é simples e intuitivo e não requer nenhuma habilidade técnica, basta seguir as instruções para que em poucos minutos seu curso online esteja disponível para venda.

A plataforma oferece diferentes formas de pagamento para que os alunos não vejam nenhum empecilho em se matricular ou comprar seu curso avulso. Além disso, emite certificado e oferece total suporte aos usuários. Outra opção é o clube de assinatura para que os clientes tenham acesso ao conteúdo que você disponibilizar periodicamente.

Aproveite as nossas dicas e boa sorte!

 

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Faça parte da Lista Vip

Receba conteúdo exclusivo

Veja mais

®2020 Genius EAD | Todos os direitos reservados​